Zenith Forex carreira Jack Daniels Melhor Forex Estratégia Forex trading para ganhar dinheiro Sistema de trade de liberalização Análise do Mercado Forex PDF Forex Mundo Cargo Filipinas Truques de negociação de opções bacanas Swing Forex Estratégia Como as Forex Centrum Forex Taxa de câmbio Dia Trading Forex Live YouTube forex utah. O leilão de swap forex é Opções binárias Rich Forex Trading. NBAD Forex Trading. Ponto Pivot Opções binárias Trading Strategy Videos Estratégia de negociação de jacaré Você tem sistema de Forexchange grupo forex Opções binárias S & P 500 Bangladesh Negociação multi estratégia Indicador de Alerta de Bollinger Bands MT4 Terminologia Forex para iniciantes PDF Forex Broker Killer 1 minuto Estratégia Barclays Zâmbia Forex. Data de Banco Estadual da Índia Forex Ramos Pune man Aprenda Forex Negociar software de sistema de negociação automática state dating laws in Sint Genesius Rode Belgium speed dating central Natal Brazil ヒマラヤ外国為替プライベートリミテッドリミテッド toerana hookup Antsirabe Madagaskar
Mostrando itens por tag: anp
Sexta, 18 Fevereiro 2022 16:40

Gestão bolsonarista da Petrobrás faz esforço irracional para destruir a empresa.

Quarta, 10 Novembro 2021 14:28

Debate ocorre no dia 22 de novembro, às 17h30, com transmissão pela TV Assembleia e redes sociais do Legislativo.

Segunda, 08 Novembro 2021 17:05

Audiência pública da ANP em São Mateus do Sul vai debater o acordo dos royalties que pode abrir caminho para a privatização da Usina do Xisto. Será às 14h, no Salão da Igreja Matriz.

Quinta, 26 Agosto 2021 19:14

Previsto para outubro, o certame vai ofertar 92 blocos marítimos em áreas sensíveis ecologicamente e sem estudos prévios de avaliação de impacto ambiental.

Quinta, 07 Junho 2018 16:56

Nem a instabilidade econômica e política gerada pelos preços abusivos dos combustíveis, que derrubou o presidente da Petrobras, consegue estancar a fúria privatista do governo Temer

Quinta, 21 Novembro 2013 17:55

O Grupo de Trabalho Interinstitucional de Atividades de Exploração e Produção de Óleo e Gás (GTPEG) do Ministério do Meio Ambiente (MMA) fez uma análise sobre as áreas a serem ofertadas na 12ª Rodada de Licitações da Agência Nacional do Petróleo (ANP) e emitiu um parecer técnico (GTPEG Nº 03/2013) onde alerta para os riscos de prospecção e exploração de petróleo e gás em blocos a serem leiloados.

O documento investigou 240 blocos exploratórios, agrupados em 13 setores pertencentes a 7 bacias sedimentares terrestres e condenou atividades diversas áreas. “Desse total, a análise indicou a necessidade de adequação de blocos exploratórios com sobreposições a RPPNs (Reservas Particulares do Patrimônio Natural), sendo que três delas possuem limites georreferenciados disponíveis, Blocos  - T- 219, PRC – 101 e SF-T-108 e outras possíveis sobreposições, sem limites georreferenciados informados. Unidades de conservação desta categoria não permitem atividades de prospecção e exploração de petróleo e gás em seu interior”.

O estudo também apontou que outros 13 blocos (AC-T-8, AC-T-9, PN-T-661, PN-T-662, PNT-693, PN-T-694, SF-T-87, SFT-108, SF-T-147, SF-T-148, SF-T-163, SF-T-179 E SF-T-180) estão sobrepostos com áreas em estudo para criação de unidades de conservação federais, e, portanto, representam áreas sensíveis do ponto de vista biológico e da conservação.

A pressa para se leiloar os blocos também foi alvo de críticas do GTPEG. “Ressalta-se, mais uma vez, a inadequação do processo de análise caso-a-caso das rodadas de licitações, sempre com severas limitações de tempo para o trabalho da área ambiental”.

Em relação à exploração de gás não convencional, com o uso da técnica de faturamento hidráulico, o GTPEG entendeu não haver elementos suficientes para uma tomada de decisão com embasamento. “É preciso intensificar o debate na sociedade brasileira sobre os impactos e riscos ambientais envolvidos nessa exploração e avançar na regulamentação e protocolos para atuação segura. Recomenda-se a adoração da Avaliação Ambiental de Área Sedimentar (AAAS) como um dos instrumentos adequados à definição das condições de contorno para utilização das técnicas de faturamento hidráulico em poços horizontais de bacias de interesse”.

Quinta, 21 Novembro 2013 17:50


A Agência Nacional do Petróleo (ANP) marcou a 12ª Rodada de Licitações para os dias 28 e 29 de novembro. Em leilão, reservas de gás de xisto. São 240 blocos exploratórios, sendo 110 em áreas de novas fronteiras tecnológicas nas bacias do Acre, Parecis, São Francisco, Paraná e Parnaíba e 130 nas bacias maduras do Recôncavo e de Sergipe-Alagoas.

Para a exploração dessas áreas deve ser utilizada a técnica do faturamento hidráulico, uma tecnologia de estimulação de poço utilizada para maximizar a produção de óleo e gás natural em reservatórios não convencionais.

À contramão da tendência mundial, que resiste à extração do gás de xisto, o Brasil pretende iniciar a exploração desse recurso energético. Além de não existir uma legislação e um aparato regulatório claramente definido, há indícios de grandes riscos ambientais e sociais.

Alguns estudos têm apontado para a existência de grandes impactos ambientais trazidos pelo gás de xisto. Além disso, já existem evidências de exposição da saúde dos trabalhadores ligados à exploração do gás de xisto, bem como a contaminação de lençóis freáticos de certas regiões dos Estados Unidos. Lá, moradores próximos aos lençóis freáticos onde há exploração denunciam a poluição da água com o simples gesto de riscar um isqueiro próximo às torneiras para acender labaredas através do gás de xisto que flui pela tubulação.

Cabe lembrar que algumas bacias, como a do Paraná, estão sobre o Aquífero Guarani, o maior reservatório de água doce do mundo. Vários países encaram a exploração desse gás com preocupação e até proibiram sua produção. O presidente francês, François Hollande, em entrevista recente como divulgou a Folha de São Paulo, afirmou categoricamente: “enquanto eu for presidente, não haverá exploração de gás de xisto na França”.

Enquanto isso, o governo brasileiro ignora os riscos e leiloa as reservas. Um ato inconsequente e um crime contra a sociedade.

Sexta, 15 Novembro 2013 00:29

1317

Jornal Revista

Edição Nº 1418

Veja Todos os Jornais

TV Sindipetro