Image not available
Image not available
Mostrando itens por tag: Fundo de Pensão
Segunda, 09 Setembro 2019 17:45

O ministrante será Antônio Carlos da “Silva”, coordenador da secretaria de aposentados, pensionistas e previdência social do Sindipetro PR e SC.

Terça, 09 Abril 2019 18:59

 

A FUP, seus sindicatos e demais entidades que integram o Fórum em Defesa dos Participantes da Petros realizarão no dia 24 de abril um grande ato público, a partir das 11h, em frente à sede da Petrobrás, no Rio de Janeiro (EDISE). O objetivo é defender a proposta alternativa de equacionamento dos planos PPSP (repactuados e não repactuados) que foi construída no GT Petros e barrar o PP3.

 

O ato foi definido na última sexta-feira, 05, em reunião na sede da FUP, no Rio de Janeiro, com participação de todas as entidades que representam os parcipantes e assistidos da Petros. 



A FUP orienta os sindicatos a enviarem caravanas para o ato, onde são esperados mais de 20 mil petroleiros, aposentados e pensionistas. "Vamos pressionar para que a Petrobrás implemente a nossa proposta de equacionamento, pois é a única que dará sustentabilidade aos planos PPSP. Esse ato também é para deixar novamente claro que não admitiremos o PP3", destaca o diretor da FUP e conselheiro deliberativo eleito, Paulo César Martin.

 

Ele destaca a importância da unidade de todas as entidades representantivas dos participantes e assistidos da Petros na construção desse ato e na luta em defesa do PPSP e contra o PP3. "Estamos juntos, fortes e unidos, para construir esse que pretende ser o maior ato em defesa da Petros, da história da categoria petroleira. Contamos com a participação de todos os petroleiros, aposentados e pensionistas para defender o Plano Petros, defender a Petros e o futuro das nossas famílias".

 

Participe do grande ato em defesa do PPSP

 

Via FUP

 

Segunda, 22 Outubro 2018 19:07

Atividade acontece nesta quinta-feira (25), às 11h30, na Sede Regional Sindical.

Quinta, 09 Novembro 2017 13:49

Na primeira reunião do Grupo de Trabalho paritário, que discute saídas para o déficit do Plano Petros-1, os representantes da FUP cobraram a suspensão da proposta de equacionamento apresentada pela Petros.

 

A reunião do GT foi realizada nesta segunda-feira, 06, com representações da Petros, Petrobrás, FUP e sindicatos.

 

A proposta apresentada pela FUP é que o equacionamento seja suspenso até a conclusão dos trabalhos, pois o grupo está discutindo alternativas para reduzir o impacto para os participantes e assistidos do Plano Petros-1. Os representantes da Petrobrás informaram que irão se manifestar sobre a reivindicação, após consultarem a direção da empresa.

 

A FUP também propôs que seja agendada uma reunião do GT com a Previc (Secretaria de Previdência Complementar) para discutir a suspensão do equacionamento.  A próxima reunião do Grupo será no dia 14. O conselheiro eleito, Paulo César Martin, fala sobre o GT, no vídeo abaixo, ao final da matéria.

 

Entenda

No dia 12 de setembro, o Conselho Deliberativo da Petros aprovou um plano de equacionamento do déficit do Plano Petros-1 pelo teto, impondo aos participantes e assistidos a conta de problemas estruturais que são de responsabilidade exclusiva dos gestores, como estamos há anos denunciando.

 

A FUP reconhece que o Plano Petros-1 precisa de novos aportes financeiros, mas isso deve ser feito de forma que penalize o mínimo possível os petroleiros e seus familiares. 

 

No dia 19 de setembro, a Federação ingressou na justiça com uma Ação Civil Pública para barrar a cobrança abusiva das contribuições adicionais dos participantes e assistidos do PP-1.

 

Saiba mais, acessando o histórico de notícias e encaminhamentos da FUP sobre o PP-1.

Terça, 29 Agosto 2017 15:04

O prazo para realizar o processo obrigatório, que terminaria nesta quinta-feira (31), foi prorrogado para até 29 de setembro. 

Terça, 29 Agosto 2017 14:59

O prazo para realizar o processo obrigatório, que terminaria nesta quinta-feira (31), foi prorrogado para até 29 de setembro. 

Quarta, 28 Outubro 2015 17:28

A votação, que começou às 9h de 14 de outubro, será encerrada hoje (28) às 17h.

O eleitor poderá votar pela Internet, usando a matricula e senha que usa para acessar o portal da Petros; ou pelo telefone. Nesse caso, com a senha enviada pela Petros através do Correio.

Se por um acaso você não recebeu a senha pelos Correios, pode solicitar uma segunda senha, ligando para o telefone 0800 025 35 45. Ele pode ser usado para solicitação de senha adicional, casos de perda ou não recebimento pelos Correios e receberá ligações de celular, gratuitamente.

O eleitor deverá votar em uma única dupla, formada por titular e suplente, para compor o Conselho Deliberativo e em outra dupla, formada por titular e suplente, para compor o Conselho Fiscal.

Na votação pela Internet, após o eleitor acessar o portal www.petros.com.br e digitar a sua matrícula e senha da Petros, será aberta a área do participante. Em seguida, o eleitor deverá clicar no banner “ELEIÇÕES 2015” e digitar o seu CPF; após essa etapa o eleitor terá acesso à cédula de votação. Escolhidas as duplas 74 e 81, o eleitor deverá confirmar o voto na tela seguinte.

O eleitor poderá votar também pelo 0800 602 3120, a ligação é gratuita, inclusive ligando do celular. Após ligar, o eleitor deverá digitar o seu CPF e a senha de votação enviada pelo Petros. 

Em seguida, o eleitor deverá digitar o número da dupla do Conselho Deliberativo (74); depois deverá digitar o número da dupla ao Conselho Fiscal (81). Após a mensagem eletrônica informar os nomes dos candidatos que o eleitor digitou corretamente, basta o eleitor digitar o número 5 para confirmar e encerrar a votação.

Cada eleitor poderá votar somente uma vez, independentemente do número de benefícios que receba da Petros. O tutor e o curador, devidamente qualificados na Petros, poderão votar pelo seu representado. 

Acesse www.vote74e81petros.com.br, acompanhe a campanha e conheça nossas propostas.

Clique aqui e confira o vídeo Eleições Petros: Paulo César quer falar com você.

Jornal Revista

Edição Nº 1418

Veja Todos os Jornais

TV Sindipetro