Quinta, 06 Outubro 2022 16:46

Fake news: Saiba como combater a desinformação nas redes sociais

Não deixe que a mentira interfira na democracia. Faça parte dessa luta.

 

Com a reta final da eleição presidencial se aproximando, as fake news aumentam a cada dia nas redes sociais. Não é novidade que a distribuição de informação falsa em períodos eleitorais é utilizada na tentativa de angariar votos, principalmente dos indecisos. Esses conteúdos, que em geral possuem linguagem emocional e apelativa, tem como objetivo enganar e gerar pânico.

 

O poder que as notícias falsas têm de influenciar na democracia de um país, como ocorreu nas eleições de 2016 nos Estados Unidos – e também aqui no Brasil, em 2018 – fez com que autoridades mundiais exigissem das plataformas digitais medidas que reforcem o controle desses conteúdos na tentativa de minimizar danos.

 

O caminho a ser percorrido contra a desinformação ainda é longo. Por isso, é fundamental que neste período eleitoral toda a categoria esteja engajada no combate às fake news, principalmente nas redes sociais e nos grupos de WhatsApp. Para auxiliar nesta luta, o Sindipetro PR e SC desenvolveu um passo a passo de como identificar e o que fazer:

 

-Desconfie sempre de notícias que enalteçam ou ataquem a imagem de alguém, principalmente notícias sem fonte jornalística ou de sites duvidosos.

 

-Pesquise a notícia no Google e veja se outros meios de comunicação com credibilidade também compartilharam a informação. Leia o conteúdo completo.

 

-Suspeite de publicações antigas que voltaram a circular nas redes no período eleitoral.

 

-Robôs podem ser utilizados para disseminar determinado conteúdo. Verifique os dados como número de compartilhamentos, comentários e perfil original da publicação.

 

-Não compartilhe informações de fontes duvidosas: sites desconhecidos, prints, fotos e vídeos que podem ter sido editados ou estarem fora de contexto e sem uma fonte de informação oficial são exemplos de conteúdos que não devem ser compartilhados.

 

-Verifique a informação: o site oficial da Justiça Eleitoral Fato ou Boato é uma iniciativa integrada ao Programa de Enfrentamento à Desinformação. Criado em 2020, o site mobiliza mais de 70 instituições, entre entidades públicas e privadas, agências de verificação de fatos e partidos políticos para o enfrentamento à desinformação. Nele, é possível pesquisar a veracidade das informações antes de compartilhar, na dúvida, não compartilhe.

 

Denuncie, é rápido e fácil

Caso tenha se deparado com alguma fake news, denuncie. É através das denúncias dos usuários que as plataformas digitais removem os conteúdos falsos, isso também pode acarretar no banimento da conta que está disseminando desinformação. Todos os usuários das redes sociais Facebook, Instagram, Twitter, YouTube e Whats App podem denunciar postagens caluniosas, ofensivas ou com informações falsas. Comentar ou compartilhar conteúdo enganoso, mesmo que o intuito seja o de expor a mentira, pode aumentar a visibilidade da postagem. Por isso, o ideal é apenas denunciar. Veja como:

 

Facebook: Na postagem, clique nos três pontinhos que estão no canto superior direito, vá até a opção “Denunciar publicação”, clique em “Notícias falsas” e “Concluir”.

 

Instagram: Na postagem, clique nos três pontinhos que estão no canto superior direito, vá até a opção “Denunciar”, clique em “Informação falsas”, escolha a opção que a fake News melhor se enquadra e envie a denúncia.

 

Twitter: Clique seta que está que está no canto superior direito do tweet, vá até a opção “Denunciar tweet”, clique em “É suspeito ou está enviando spam ”, continue com a denúncia informando “Todos no Twitter” e depois Expostas a informações enganosas”. Escolha a opção que a fake news melhor se enquadra e envie a denúncia e siga até concluir a denúncia.

 

Youtube: Abra o canal onde está o vídeo com conteúdo falso, clique nos três pontinhos que estão no canto superior direito, vá até a opção “Denunciar usuário”. Clique na opção “Spam e golpes”, descreva que se trata de uma informação falsa e confirme a denúncia.

 

WhatsApp: Abra a conversa e clique nos três pontinhos que estão no canto superior direito, vá até a opção denunciar. Caso não queira bloquear o contato, desmarque esta opção antes de encaminhar a denúncia.

Outra forma de denunciar fake news no WhatsApp é através da opção “Fale conosco”. Nela, você poderá inserir informações mais detalhadas, uma vez que na opção anterior não é feito a leitura das mensagens por questões de privacidade e segurança. Para isso, abra o WhatsApp, clique nos três pontinhos que estão no canto superior direito, depois Configurações, Ajuda e Fale conosco, informe que está recebendo conteúdo falso, há também opção de enviar prints de tela, finalize enviando a denúncia.

 

Combater notícias falsas é ajudar no fortalecimento da democracia. Colabore!

 

|Por: Juce Lopes

Jornal Revista

Edição Nº 1418

Veja Todos os Jornais

TV Sindipetro

https://juniperpublishers.com/slot-gacor/ https://www.jamjoompharma.com/rtp-live/ https://hrhhotels.com/situs-slot-gacor/ https://www.lalawlibrary.org/rtp-live/ https://joyme.io/slotdemogacor https://members.lalawlibrary.org/slot-deposit-pulsa/ https://sac.philco.com.br/bocoran-admin-jarwo/ https://medicinafetalbarcelona.org/deposit-dana/ https://medicinafetalbarcelona.org/slot-gacor/ https://www.lalawlibrary.org/slot-gacor/ https://www.keltron.org/slot-gacor/ https://www.sidiap.org/toto-macau/ https://www.fspublishers.org/slot-gacor/