Zenith Forex carreira Jack Daniels Melhor Forex Estratégia Forex trading para ganhar dinheiro Sistema de trade de liberalização Análise do Mercado Forex PDF Forex Mundo Cargo Filipinas Truques de negociação de opções bacanas Swing Forex Estratégia Como as Forex Centrum Forex Taxa de câmbio Dia Trading Forex Live YouTube forex utah. O leilão de swap forex é Opções binárias Rich Forex Trading. NBAD Forex Trading. Ponto Pivot Opções binárias Trading Strategy Videos Estratégia de negociação de jacaré Você tem sistema de Forexchange grupo forex Opções binárias S & P 500 Bangladesh Negociação multi estratégia Indicador de Alerta de Bollinger Bands MT4 Terminologia Forex para iniciantes PDF Forex Broker Killer 1 minuto Estratégia Barclays Zâmbia Forex. Data de Banco Estadual da Índia Forex Ramos Pune man Aprenda Forex Negociar software de sistema de negociação automática state dating laws in Sint Genesius Rode Belgium speed dating central Natal Brazil ヒマラヤ外国為替プライベートリミテッドリミテッド toerana hookup Antsirabe Madagaskar
Quarta, 10 Fevereiro 2021 02:36

Gestão entreguista acelera o desmonte da Petrobrás com o anúncio da venda da RLAM

Governo Bolsonaro liquida a refinaria da Bahia pela metade do valor de mercado. Ainda dá para mudar essa história.

 

Davi Macedo - Sindipetro PR e SC 

 

A semana começou com uma péssima notícia. Nas primeiras horas da manhã de segunda-feira (08) a direção da Petrobrás, sob o comando de Roberto da Cunha Castello Branco, anunciou a conclusão da rodada final da fase vinculante do processo de venda da Refinaria Landulpho Alves (RLAM) e seus ativos logísticos associados, na Bahia.

 

O comunicado apontou que o Fundo Mubadala Capital, pertencente à uma holding estatal dos Emirados Árabes, apresentou a melhor oferta: US$ 1,65 bilhão. Cálculos do Instituto de Estudos Estratégicos de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (Ineep), feitos a partir da metodologia de fluxo de caixa descontado, indicam que a unidade vale entre US$ 3 bilhões e US$ 4 bilhões. A sanha privatista do governo Bolsonaro liquida um patrimônio brasileiro pela metade do preço. 

 

No mesmo comunicado, a gestão da Petrobrás informou que as propostas vinculantes para a privatização da Refinaria Presidente Getúlio Vargas (REPAR), no Paraná, foi encerrada, pois “as condições das propostas apresentadas ficaram aquém da avaliação econômico-financeira”. Porém, ressalta que “iniciará tempestivamente novo processo competitivo para essa refinaria”.

 

A direção da estatal ainda reafirmou a continuidade da liquidação de outras seis unidades de refino. A REFAP, no Rio Grande do Sul, a REMAN, no Amazonas, a RNEST, em Pernambuco, a REGAP, em Minas Gerais, a LUBNOR, no Ceará, e a SIX, no Paraná, continuam com seus processos de privatização em andamento.

 

Com o anúncio da venda da RLAM, o Sindicato dos Petroleiros da Bahia (Sindipetro-Bahia), filiado à FUP, mobiliza os trabalhadores da refinaria e deverá iniciar uma greve em protesto contra a venda da unidade, como aprovado em assembleias em dezembro passado.

 

Dirigentes dos sindicatos filiados à FUP iniciaram reunião de planejamento nesta terça-feira (09), com previsão de término para quinta (11), na qual definirão as estratégias de luta para frear a venda da RLAM e de todas as outras refinarias. A mensagem das entidades é de que nada está perdido. Vide o exemplo da Embraer, que também teve sua privatização anunciada, mas depois o governo teve que voltar atrás. A luta segue em todas as arenas, jurídica, política e social.

 

Mais do que nunca, a unidade da categoria petroleira deve prevalecer para que a guerra contra os privatistas seja vitoriosa. Não há solução individual, a luta é coletiva.

 

 

Jornal Revista

Edição Nº 1418

Veja Todos os Jornais

TV Sindipetro