Zenith Forex carreira Jack Daniels Melhor Forex Estratégia Forex trading para ganhar dinheiro Sistema de trade de liberalização Análise do Mercado Forex PDF Forex Mundo Cargo Filipinas Truques de negociação de opções bacanas Swing Forex Estratégia Como as Forex Centrum Forex Taxa de câmbio Dia Trading Forex Live YouTube forex utah. O leilão de swap forex é Opções binárias Rich Forex Trading. NBAD Forex Trading. Ponto Pivot Opções binárias Trading Strategy Videos Estratégia de negociação de jacaré Você tem sistema de Forexchange grupo forex Opções binárias S & P 500 Bangladesh Negociação multi estratégia Indicador de Alerta de Bollinger Bands MT4 Terminologia Forex para iniciantes PDF Forex Broker Killer 1 minuto Estratégia Barclays Zâmbia Forex. Data de Banco Estadual da Índia Forex Ramos Pune man Aprenda Forex Negociar software de sistema de negociação automática state dating laws in Sint Genesius Rode Belgium speed dating central Natal Brazil ヒマラヤ外国為替プライベートリミテッドリミテッド toerana hookup Antsirabe Madagaskar
Quarta, 11 Dezembro 2019 19:36

Repar: Trabalhadores aprovam pauta do Sindicato e defendem a tabela de turno atual

Decisão foi tomada em assembleias realizadas pelo Sindipetro PR e SC

 

 

Em assembleias ocorridas entre os dias 06 e 10 de dezembro, os trabalhadores da Refinaria Presidente Getúlio Vargas (Repar), em Araucária, aprovaram o indicativo da FUP e Sindipetro Paraná e Santa Catarina de referendar a proposta apresentada à empresa na mesa de negociação: manutenção das atuais tabelas de turno, através de um termo aditivo ao Acordo Coletivo.

 

A orientação do Sindicato é que os petroleiros da Repar não participem da pesquisa elaborada pela gestão da Petrobrás que dispõe de 3 opções de tabela de turno, todas piores que a atual.

 

As propostas de nova tabela foram decisão unilateral da empresa. A FUP entrou com pedido de intermediação junto Tribunal Superior do Trabalho (TST) para buscar uma solução ao problema. Com isso, o movimento sindical petroleiro pretende garantir a abertura de tratativas com a empresa sobre a mudança da tabela de turno.

 

A Federação e os sindicatos tentaram abrir a negociação pela via amigável, inclusive protocolando no dia 28 de novembro um pedido junto à Petrobrás para que se garantisse um prazo mínimo, a fim de discutir em assembleias com a categoria sobre todas as questões que envolvem a tabela de turno. No entanto, a direção da Petrobrás foi intransigente.

 

Nas reuniões que os sindicatos tiveram com representantes da empresa, os gestores não responderam questionamentos sobre o saldo AF (acúmulo de folgas), novas regras de férias e trocas impostas pela empresa.

 

Os sindicatos entendem que o problema dos baixos efetivos é o principal causador da geração de custos para a Petrobrás devido as dobras de turno que impactam no repouso semanal remunerado, no interstício e no sétimo dia, ou seja, em todos os critérios apresentados pela empresa para a definição de novas tabelas. Tais critérios não foram oficializados às entidades de representação da categoria

 

A direção da Petrobrás desqualifica o processo negocial e os sindicatos ao impor uma pesquisa de forma unilateral e com participação individual dos trabalhadores.

 

O resultado da assembleia mostra que a categoria compreendeu que os gestores da empresa querem resolver um problema da própria gestão e desrespeitam a coletividade dos petroleiros organizada em sindicatos.

 

A não participação na pesquisa já é uma primeira resposta de resistência contra os absurdos da empresa. Em caso de qualquer tipo de assédio de chefetes, denuncie ao Sindicato pelo e-mail denuncia@sindipetroprsc.org.br.

 

Ao impor a mudança na tabela, a Petrobrás desrespeita seu próprio Código de Ética, que diz no item 2.1 que a empresa busca “promover condições de trabalho que propiciem o equilíbrio entre a vida profissional, pessoal e familiar de todos os empregados”.

Jornal Revista

Edição Nº 1418

Veja Todos os Jornais

TV Sindipetro