Imprimir esta página
Segunda, 24 Setembro 2018 19:09

Transpetro se compromete a prorrogar por mais um ano cláusula do ACT sobre adicional de dutos

 

Na última sexta-feira, 21, durante a reunião com a Petrobrás e subsidiárias para resolver o impasse da PLR 2017, a FUP tornou a cobrar da Transpetro uma resposta sobre a situação dos trabalhadores que reivindicam o adicional de dutos.  O RH informou que a empresa pretende prorrogar até agosto de 2019 a cláusula do Acordo Coletivo de Trabalho que dispõe sobre o estudo em conjunto com as entidades sindicais, visando a conversão do Adicional de Gasodutos em Adicional de Técnico de Dutos.

 

O diretor da FUP e petroleiro da Transpetro, Paulo Cardoso, destaca a importância da extensão do atual adicional de gasodutos para todos os técnicos da empresa que atuam extramuros.  “A união das malhas de gás e óleo tornou este adicional importante para o bom andamento dos trabalhos, bem como a ambiência entre os técnicos”, afirma, destacando que “não podemos deixar de lembrar das armadilhas que a empresa propôs para a extensão, como a multifunção e a obrigatoriedade de dirigir carro contratado pela empresa”. Cardoso também criticou o fato da Transpetro excluir os técnicos de segurança do trabalho, alegando que suas atividades são reguladas em portaria própria. “No nosso entendimento, isso não os impede de receberem um adicional extramuros", declarou.

 

[FUP]