Segunda, 26 Março 2018 18:10

Rompimento em tubulação de gás causou alerta na Repar

A linha registrou rompimento em dois pontos opostos, ou seja, faltou muito pouco para a quebra total da tubulação. A área foi isolada pela equipe de SMS.

 

 

Desde o início do ano, é rara a semana na qual não aconteça uma situação de emergência na Repar. Isso é reflexo da política de redução de pessoal e da falta de investimentos na manutenção básica dos equipamentos industriais, praticadas por Pedro Parente.

 

O caso mais recente ocorreu na última quinta-feira (22), quando uma linha de Gás Liquefeito de Petróleo (GLP) da Unidade de Craqueamento Catalítico (U2200) teve rompimento parcial. O GLP é altamente inflamável e o acidente só não teve consequências piores por conta do fator sorte.

 

A linha registrou rompimento em dois pontos opostos, ou seja, faltou muito pouco para a quebra total da tubulação. A área foi isolada pela equipe de SMS.

 

A gestão da Repar tratou o caso como um simples incidente, mas o Sindicato vai pleitear a participação nas investigações, pois considera que a ocorrência teve alto potencial de risco.

 

Informações técnicas detalhadas e eventuais provas devem ser encaminhadas ao Sindicato pelo e-mail denuncia@sindipetroprsc.org.br, diretamente à Sede da entidade ou a algum diretor sindical.  

Jornal Revista

Edição Nº 1418

Veja Todos os Jornais

TV Sindipetro