Image not available
Image not available
Quinta, 01 Março 2018 17:09

Vazamento de hidrogênio paralisou unidade da Repar

Ocorrência foi registrada na tarde de quarta-feira (28), na casa de compressores da U-2313, no setor de Hidrotratamento e Reforma Catalítica (HRC).

 

 

Era por volta das 17h00 desta quarta-feira (28) quando soaram os alarmes de três detectores de gás da Casa de Compressores da Unidade de Hidrotratamento de Diesel (U-2313), no setor de HRC (Hidrotramento e Reforma Catalítica) da Refinaria Presidente Getúlio Vargas (Repar), em Araucária.

 

Um técnico de segurança e um operador da área foram acionados e identificaram o vazamento de Hidrogênio (H2), em grande quantidade, e Ácido Sulfídrico (H2S), em menores proporções. Para conter os gases e prevenir incêndio, os trabalhadores alinharam o canhão d’água em forma de leque.

 

A unidade foi paralisada e, após investigação, a equipe de manutenção descobriu que o motivo da ocorrência foi um problema de vedação de um visor de fluxo do sistema de selagem do compressor.

 

Representantes do Sindicato estiveram na Repar na manhã desta quinta-feira (01) para averiguar os fatos. A previsão é que a unidade volte a operar até esta sexta-feira (02).

 

O Sindipetro Paraná e Santa Catarina expressa preocupação com a constância de ocorrências de emergência na refinaria, principalmente na HRC, que já registra quatro eventos desde a implantação do O&M (Organização & Métodos), leia-se redução irresponsável de efetivo, em meados de junho de 2017. A mais crítica foi em agosto do ano passado, quando esse mesmo compressor foi danificado devido a uma parada de emergência.

Jornal Revista

Edição Nº 1413

Veja Todos os Jornais

TV Sindipetro