Zenith Forex carreira Taxas Forex de Omã. SEMPRE Opções de ações da Lockheed Martin EUR CHF Negociação de opções de colocação adx opcoes binarias Indicadores de negociação forex. Forex-Ultimate-Guide-to-Action-Trading fxopen forex fábrica Aprenda ler meet melhores robôs forex. Forex Peso USD. Opções Skilled Trades Feira 2018 Níveis mestres forex. xforex webtrader. Luca Indicadores de Como implementar uma estratégia de negociação de grade de sucesso opções binarias é jogo Futuros opções Opções de ações do empregado do escritório de advocacia O que é pips dianteiros em negociação forex maior alta Melhor Forex Forex vs Trading Day BEST FOREX SCALPPING SOFTWARE FB Forex. Nenhuma Execução Forex do Desecutor de Ler Sinais de Software de opções binárias legítimas Blog de Jarratt Davis Forex Horário NBAD Forex Trading. melhores provedores de sinal forex Forex trading forex.com uk bate-papo ao vivo IRS-Kapitalgewinne Aktienoptionen καταστήματα ειδών 10 dollar bitcoin женщины ищут любовников Киров how to meet gay friends Cardiff UK
Imprimir esta página
Quarta, 01 Novembro 2017 16:54

Relatório do GT Xisto é publicado e traz soluções para viabilizar e ampliar a SIX

Após mais de um ano e meio de muito trabalho e várias reuniões presenciais e por videoconferência, foi assinado na última sexta-feira (27), em Brasília-DF, o Relatório do GT Xisto - Avaliação de Alternativas Técnicas para a Recuperação Econômica Sustentável da SIX. Com isso, o documento tornou-se público (disponível no link dos anexos abaixo) e está protocolado no Ministério de Minas e Energia (MME).

 

O Grupo de Trabalho foi formado por representantes do Sindipetro Paraná e Santa Catarina e FUP e da Petrobrás e SIX, com mediação do MME. O objetivo foi analisar, debater e propor alternativas técnicas viáveis para potencializar as operações da Usina do Xisto (SIX), em São Mateus do Sul (PR), com o objetivo de garantir a continuidade da operação do parque industrial, fundamental para a economia do município e também da região centro sul do Paraná. 

 

O relatório identificou alternativas técnicas para a SIX que não apenas justificam a manutenção das suas operações, como ampliam a capacidade do parque industrial e também as oportunidades de mercado. No documento estão apontadas as propostas viáveis e também as que podem ser aplicadas em outra conjuntura econômica ou tecnológica.

 

O Grupo apontou que o processamento do lastro (borras oleosas de reservatórios), originárias de outras unidades da Petrobrás, cujo descarte tem alto custo e torna-se novos produtos a partir da utilização na SIX, é uma grande oportunidade de mercado para a Usina e inclusive já está em curso.

 

A potencialização do Projeto Xisto Agrícola também está no rol de negócios viáveis do relatório. Consiste em utilizar sólidos de xisto e água de xisto como adubo que possui riqueza de nutrientes orgânicos e minerais. A partir dessa prática são gerados os produtos Água de Retortagem, Calxisto, Finos de Xisto e Xisto Retortado.

 

O documento final do GT do Xisto ainda traz a redução dos custos de mineração como uma prática vantajosa para dinamizar a produção da SIX. Entre as ações propostas para esse item está a unificação dos contratos de prestação de serviços, a otimização de grandes máquinas, a substituição de caminhões por vagões e a implantação de ferrovias para transporte do xisto e demais minérios.

 

A Petrobrás assumiu o compromisso de aplicar as alternativas consideradas viáveis pelo GT do Xisto nesse momento e avaliar periodicamente as outras ações propostas pelo Grupo, mas que não foram classificadas como praticáveis no atual cenário, porém podem ser interessantes no futuro.

 

Para o presidente do Sindipetro Paraná e Santa Catarina, Mário Dal Zot, o relatório do GT é um passo fundamental para a manutenção e ampliação das operações da SIX. “O resultado desse Grupo de Trabalho é um documento bastante conclusivo e com muitas alternativas técnicas para a Usina do Xisto. Porém, é preciso de pressão popular e apoio político para viabilizar a potencialização da SIX. Essa unidade da Petrobrás é muito importante para São Mateus do Sul e a população tem que se engajar nessa luta em prol da SIX, pois é de interesse coletivo”.

 

De acordo com dados de 2015, a Usina do Xisto responde por 50% de toda a arrecadação de São Mateus do Sul.

 

Sobre a Usina do Xisto

A SIX tem capacidade instalada para o processamento de 5.880 toneladas/dias de xisto pirobetuminoso. A partir da sua produção são gerados óleo combustível, nafta, gás combustível, gás liquefeito e enxofre, além de produtos que podem ser utilizados nas indústrias de asfalto, cimenteira, agrícola e de cerâmica.

Última modificação em Quarta, 01 Novembro 2017 17:14