Quarta, 21 Outubro 2015 19:02

Eleições da Petros: vote nos candidatos que representam de fato os participantes do fundo de pensão

A presença de legítimos representantes dos trabalhadores nos espaços democráticos é fundamental para defender e ampliar direitos da classe. Os conselhos deliberativo e fiscal da Petros são exemplos disso. As eleições para escolher os membros que irão compor os conselhos nas vagas destinadas aos participantes e assistidos do fundo de pensão estão em andamento. O processo eleitoral iniciou no dia 14 e vai até 28 de outubro.

 

O Sindipetro Paraná e Santa Catarina, a FUP e os demais sindicatos filiados pedem o voto na dupla 74 para o conselho deliberativo, composta por Paulo César Martins (PC) e Norton Cardoso, e na dupla 81 para o conselho fiscal, formada por Daniel Samarate e Sérgio Lyra. São trabalhadores com históricos de luta em defesa dos participantes e assistidos do fundo de pensão e também no movimento sindical petroleiro.

 

É importante destacar que a atuação dos candidatos apoiados pela FUP sempre é fruto do debate coletivo, junto ao Conselho Deliberativo da Federação, onde o Sindipetro PR e SC possui um representante. Este, por sua vez, é pautado pelas nossas formas de organização, desde os bate-papos sindicais e assembleias, até as reuniões da direção executiva e colegiada. Portanto, votar nos candidatos da FUP é eleger um mandato plural e representativo.

 

O atual representante dos participantes da Petros no Conselho Deliberativo, o Paulo César, é prova disso. Sua atuação, orientada pela luta da FUP e sindicatos, assegurou o acordo que garantiu o pagamento dos níveis salariais de 2004, 2005 e 2006 para os aposentados e pensionistas do Plano Petros.

 

Esse acordo somente foi possível devido a muita luta e determinação das direções da FUP e dos seus sindicatos filiados. Para garantir essa conquista, foi necessário que seus diretores e militantes ocupassem, por duas vezes, a sede da Petros, no Rio de Janeiro.

 

O acordo já beneficiou quase 16 mil assistidos (aposentados e pensionistas) do Plano Petros. Desses 16 mil, mais de 10 mil já tiveram a revisão dos seus benefícios e já receberam o pagamento dos seus respectivos valores retroativos.

 

Para quem não sabe, graças a esse acordo mais de 22 mil companheiros (as) assistidos poderão resolver, em definitivo, e de forma rápida, essa pendência que já se arrastava há mais de 10 anos. Todos os aposentados e pensionistas que assinaram o Termo de Adesão individual, enviado pela Petros, receberam ou receberão, até o final do ano, o pagamento dos níveis.

 

É por tudo isso, companheiro(a) participante ou assistido da Petros, que você deve votar na Dupla 74 para o conselho deliberativo e na Dupla 81 para o conselho fiscal.

 

Como votar:

O período de votação será das 9 horas de 14 de outubro de 2015 às 17 horas de 28 de outubro. O eleitor poderá votar pela internet, usando a matricula e senha que usa para acessar o portal da Petros; ou pelo telefone, nesse caso com a senha que será enviada pela Petros pelo Correio a cada eleitor.

 

Cada eleitor deverá votar em uma única dupla, formada por titular e suplente, para compor o Conselho Deliberativo e em outra dupla, formada por titular e suplente, para compor o Conselho Fiscal.

 

O eleitor poderá votar também pelo 0800-6023120, a ligação é gratuita inclusive ligando do celular. Após ligar, o eleitor deverá digitar a sua matricula Petros e a senha de votação, enviada pela Petros pelo Coreio.

 

Em seguida, o eleitor deverá digitar o número da dupla do Conselho Deliberativo – 74 – logo em seguida deverá digitar o número da dupla ao Conselho Fiscal – 81 – após a mensagem eletrônica informar os nomes dos candidatos conforme o eleitor digitou deverá teclar o número um para confirmar e encerrar a votação.

 

Caso o eleitor tenha votado errado, deverá repetir a votação digitando novamente o número da dupla para o Conselho Deliberativo – 74 – e o mesmo para a dupla ao Conselho Fiscal – 81.

Jornal Revista

Edição Nº 1418

Veja Todos os Jornais

TV Sindipetro