Sexta, 16 Outubro 2015 19:07

Além de tentar enganar a categoria, Direção da Petrobrás agora mente para o MPT

No último dia 08, a Direção da Petrobrás se reuniu com a Procuradoria Regional do Trabalho e, não satis­feita em mentir para a categoria, também mentiu para o Ministério Público (MPT), alegando que sua proposta atende às reivindicações dos trabalhadores e que a FUP sequer submeteu às assembleias. A proposta de acordo rebaixa­do que foi apresentada pela Petrobrás já nasceu morta, pois retira direitos dos trabalhadores e contraria a Pauta pelo Brasil, onde os petroleiros afirmam que não aceitarão acordo com retirada de direitos.

 

Na ultima quinta-feira, 15, a FUP teve mais uma reunião com MPT para cobrar que a Lei de Greve seja cumprida pelos trabalhadores e pela Petrobrás, sem as arbitrariedades que his­toricamente são cometidas pela empresa, com a anuência da Justiça. A Federação voltou a denunciar as práticas antissin­dicais das gerências e reiterou que não admitirá que compa­nhia financie equipes de con­tingências para tolher o direito de greve da categoria. O MPT agendou para o dia 29 uma nova audiência, dessa vez em conjunto com a Petrobrás.

 

Fonte: FUP

Última modificação em Sexta, 16 Outubro 2015 19:10

Jornal Revista

Edição Nº 1418

Veja Todos os Jornais

TV Sindipetro