Terça, 06 Janeiro 2015 11:56

Adiantamento da PLR depende da divulgação do balanço do terceiro trimestre pela Petrobrás

Há vários anos, a Petrobrás e subsidiárias calculam o adiantamento da PLR tomando como base a comparação entre os resultados dos três primeiros trimestres do ano base e do mesmo período do ano anterior. O pagamento da PLR, bem como do seu adiantamento, que até então não tinha garantias, nem regras, foi formalizado no acordo que a FUP e seus sindicatos conquistaram em fevereiro de 2014, após 15 anos de luta.

Como é de conhecimento de todos, a Petrobrás é o principal alvo da Operação Lava Jato e, em função disso, foi obrigada a adiar três vezes a divulgação do balanço financeiro do terceiro trimestre, que está sendo revisado pela empresa que faz a auditoria das contas. A companhia já informou que, mesmo sem a conclusão da revisão, irá divulgar os resultados até o dia 30, último dia útil de janeiro, atendendo, assim, ao prazo estabelecido nos seus contratos financeiros.   

Ainda em dezembro,  a FUP encaminhou documento ao RH da Petrobrás, solicitando reunião para tratar do adiantamento da PLR 2014, mas a empresa até hoje não se pronunciou. O Acordo de Regramento da PLR, no entanto, é claro em relação ao pagamento, conforme segue a cláusula abaixo.

alt

Fonte: FUP

Jornal Revista

Edição Nº 1418

Veja Todos os Jornais

TV Sindipetro