Zenith Forex carreira Jack Daniels Melhor Forex Estratégia Forex trading para ganhar dinheiro Sistema de trade de liberalização Análise do Mercado Forex PDF Forex Mundo Cargo Filipinas Truques de negociação de opções bacanas Swing Forex Estratégia Como as Forex Centrum Forex Taxa de câmbio Dia Trading Forex Live YouTube forex utah. O leilão de swap forex é Opções binárias Rich Forex Trading. NBAD Forex Trading. Ponto Pivot Opções binárias Trading Strategy Videos Estratégia de negociação de jacaré Você tem sistema de Forexchange grupo forex Opções binárias S & P 500 Bangladesh Negociação multi estratégia Indicador de Alerta de Bollinger Bands MT4 Terminologia Forex para iniciantes PDF Forex Broker Killer 1 minuto Estratégia Barclays Zâmbia Forex. Data de Banco Estadual da Índia Forex Ramos Pune man Aprenda Forex Negociar software de sistema de negociação automática state dating laws in Sint Genesius Rode Belgium speed dating central Natal Brazil ヒマラヤ外国為替プライベートリミテッドリミテッド toerana hookup Antsirabe Madagaskar
Sexta, 29 Novembro 2013 18:51

Acidente na Repar não foi uma surpresa!

Política de (in)segurança do abastecimento da Petrobrás não podia resultar em outra coisa

Há cerca de dois meses, o Sindicato dos Petroleiros do Paraná e Santa Catarina foi contrário à renovação da certificação de SPIE (Serviço Próprio de Inspeção de Equipamentos) da Refinaria Presidente Getúlio Vargas (Repar). O limitadíssimo número de funcionários próprios, o alto índice de terceirização nas operações e a falta de investimentos nos serviços de manutenção foram as razões de tal posicionamento.

O acidente da noite de ontem (28), apesar da gravidade, não foi uma surpresa. A fórmula da tragédia já estava adotada pela gestão da Repar. Trabalhadores exaustos, terceirização e manutenção inadequada não podiam resultar em outra coisa, a não ser em acidentes. Mais uma vez, e de novo, o fator sorte pesou a favor dos trabalhadores e ninguém se feriu; gerentes suspiraram, mas terão que responder como sua gestão leva a uma tubulação romper. O Sindicato espera que este episódio sirva, ao menos, de alerta à gestão e que os diretores da empresa comecem a agir em prol da segurança no trabalho, sob pena de novos acidentes, talvez até mais graves, voltem a acontecer.

Sabendo que a tragédia estava anunciada, o Sindicato também procurou o Ministério Público do Trabalho (MPT) e protocolou um dossiê com mais de 500 páginas (denúncia com anexos), em agosto deste ano, onde alertava para os riscos iminentes na refinaria. Infelizmente, o Poder Público também falhou por nada fazer.

A gestão do abastecimento da Petrobras tem ampliado os riscos que comprometem a segurança operacional em troca de maior produtividade, vulgo “otimização”.  O Programa de Otimização de Custos Operacionais (Procop) é o exemplo máximo da política de (in)segurança da companhia. Em sua própria apresentação, o Procop prevê o “Nivelamento de produtividade das refinarias; Redução dos custos de manutenção; Redução dos custos de operação de oleodutos, terminais e navios; Redução do nível de estoques”.

O Sindipetro faz lembrar que o atual diretor do Abastecimento da Petrobras foi o gerente geral da Repar às vésperas do acidente que levou ao vazamento de 4 milhões de litros de óleo nos rios Barigui e Iguaçu, no ano 2000. Certas coisas só acontecem nas mãos de certas pessoas.

Confira nos anexos abaixo a denúncia ao MPT e também o posicionamento do Sindicato em relação ao SPIE da Repar.

Última modificação em Sexta, 29 Novembro 2013 19:01

Jornal Revista

Edição Nº 1418

Veja Todos os Jornais

TV Sindipetro